Vacinação contra a gripe para crianças começa nesta segunda-feira (27) no Ceará. — Foto: Prefeitura de Ipatinga/Divulgação

Vacinação contra a gripe para crianças começa nesta segunda-feira no Ceará

A vacinação contra a gripe para o público infantil nos municípios do Ceará começou nesta segunda-feira (27). Serão vacinadas crianças a partir de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe do Ministério da Saúde (MS) iniciará em 10 de abril, contudo, devido ao aumento de casos de gripe no período de chuvas, a aplicação da vacina foi antecipada no estado.

Ao todo, 284 mil doses já foram distribuídas aos 184 municípios cearenses. A iniciativa objetiva contemplar, pelo menos, 90% do público-alvo.

Influenza ou gripe é uma doença causada pelo vírus Myxovirus influenzae e se divide nos tipos A, B e C. Os dois primeiros são mais propícios a acarretar epidemias sazonais em diversas localidades do mundo, enquanto o último costuma provocar casos mais leves. A vacina contra a Influenza atua contra os vírus Influenza A (H1N1 e H3N2) e B.

Vacinação em Fortaleza

Em Fortaleza, a imunização contra a influenza para crianças ocorre em todos os postos de saúde da capital, das 7h30 às 18h30, em dias úteis. Já nos fins de semana e feriados, o atendimento será nos postos Luís Franklin, no Bairro Coaçu, e Irmã Hercília, no São João do Tauape, das 8h às 16h30.

Os demais grupos prioritários serão atendidos a partir do dia 10 de abril, como está previsto na campanha.

Para ter direito à imunização, todos os grupos deverão apresentar documento oficial com foto e comprovante de residência, além de comprovação que demonstre pertencer ao grupo prioritário, caso necessário.

São considerados grupos prioritários para a vacinação contra a influenza:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos

Idosos a partir de 60 anos

Povos indígenas

Professores

Pessoas com deficiência permanente

Caminhoneiros

Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, passageiros urbano e de longo curso

Trabalhadores portuários

Forças de segurança e salvamento

Forças armadas

Funcionários do sistema de privação de liberdade

População privada de liberdade com mais de 18 anos de idade

Adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

Pessoas com comorbidades (exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica, etc.)

Trabalhadores da saúde (carteirinha do conselho, contracheque ou declaração do serviço de saúde em Fortaleza)

Gestantes e puérperas (cartão da gestante ou exame de gravidez)

Vacinação domiciliar

O público restrito ao leito receberá a vacinação de forma residencial. Caso o usuário não esteja inserido no sistema do posto de saúde, é necessário que o familiar ou responsável se dirija a sua unidade de referência para notificar a necessidade da aplicação domiciliar ou ligue para o 156 para informar.

(Fonte: G1 Ceará)

Outras Notícias

Dengue: quase todos os estados brasileiros têm tendência de queda

Boletim divulgado nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde aponta que não há mais nenhum estado brasileiro com...

Brasil vai ampliar uso da bactéria wolbachia no combate à dengue

Seis municípios devem receber em julho as primeiras solturas de mosquitos Aedes aegypti infectados com a bactéria wol...

Só 29% do público alvo se vacinou contra gripe no Ceará

Ceará atingiu 29,68% do público-alvo na Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe), segundo dados do Min...

Vacina contra a dengue começa a ser aplicada no Ceará em maio

A vacina contra a dengue começa a ser aplicada no Ceará no próximo dia 13 de maio. A informação foi compartilhada pel...