Ceará antecipa vacinação contra a gripe para crianças após aumento de casos da doença

Ceará antecipa vacinação contra a gripe para crianças após aumento de casos da doença

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) anunciou ontem (23) a antecipação da vacinação contra a gripe para o público infantil. A partir da próxima segunda-feira (27), o imunizante passa a ser aplicado em crianças a partir de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias. Ao todo, 284 mil doses já foram distribuídas aos 184 municípios cearenses.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe do Ministério da Saúde (MS) iniciará somente a partir do dia 10 de abril, contudo devido ao aumento de casos de gripe decorrente da sazonalidade das chuvas, a aplicação da vacina vai ser antecipada. A iniciativa objetiva contemplar, pelo menos, 90% do público-alvo.

Influenza ou gripe é uma doença causada pelo vírus Myxovirus influenzae e se divide nos tipos A, B e C. Os dois primeiros são mais propícios a acarretar epidemias sazonais em diversas localidades do mundo, enquanto o último costuma provocar casos mais leves.

De acordo com Antônio Silva Lima Neto, titular da Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde (Sevig), ao antecipar o início da campanha, o Ceará ganha mais dias de mobilização junto ao público infantil.

“Dessa forma, podemos prevenir uma série de casos e, no próximo dia 10, quando começará a convocação nacional, o Ministério da Saúde deverá enviar mais doses para o Ceará, ampliando a vacinação para outros grupos”, afirma.

Conforme a assessora técnica da Célula de Imunização (Cemun) da Sesa, Ana Karine Borges, crianças com doenças febris agudas, moderadas ou graves, além de casos confirmados de covid-19, devem adiar a aplicação até a melhora do quadro.

“A vacinação é uma das medidas de prevenção mais importantes para garantir a proteção contra a doença, suas complicações e óbitos, além de contribuir para a redução da circulação viral na população, especialmente em crianças, que apresentam fatores ou condições de risco”, destaca.

Sintomas da influenza

Os sintomas mais recorrentes são febre, calafrios, tremores, dores de cabeça, tosse seca, dor de garganta e coriza. O vírus é transmitido facilmente por gotículas de secreções expelidas por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar.

Prevenção

Para reduzir os riscos de adquirir ou transmitir a influenza, a Saúde do Ceará recomenda a higienização frequente das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento e após tossir ou espirrar. Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, e procurar assistência médica caso os sintomas persistam por mais de sete dias são medidas importantes.

(Fonte: G1 Ceará)

Outras Notícias

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Desde o início do ano, o Brasil registrou 1.017.278 casos prováveis de dengue e 214 mortes confirmadas pela doença. O...

Geração de lixo no mundo pode chegar a 3,8 bi de toneladas em 2050

Caso não haja mudança nos padrões de produção, consumo e descarte de materiais, a geração de resíduos sólidos domicil...

Governo vai enviar vacinas contra dengue para mais 29 municípios

O Ministério da Saúde informou que vai enviar doses de vacinas contra dengue para mais 29 municípios nos próximos dia...

Saúde OMS alerta para aumento de casos de sarampo no mundo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a alertar para o aumento de casos de sarampo em todo o mundo. "Estamos ex...