Juninho se diz ansioso para voltar a jogar e não se preocupa com o calendário: “estamos acostumados”

 Juninho se diz ansioso para voltar a jogar e não se preocupa com o calendário: “estamos acostumados”

O elenco do Fortaleza está em quarentena há 23 dias. O último jogo oficial do Tricolor foi há exatamente um mês. Todo esse período de hiato tem deixado o volante Juninho ansioso para voltar à rotina. Em live, na conta oficial do clube no Instagram, ele comentou sobre ansiedade e disse não se preocupar com o aperto que o calendário 2020 terá para ser concluído.

“Estou com muita vontade de voltar a trabalhar, louco pra fazer o que mais amo, que é jogar futebol”, não esconde, Juninho. O jogador disse que tem cumprido todos os protocolos que os órgãos de saúde têm pedido e aconselhou a todos a fazerem o mesmo para que o isolamento social acabe o quanto antes. Aos 34 anos, o volante afirma nunca ter vivido nada igual.

Juninho sabe, no entanto, que não existe previsão para o retorno do futebol brasileiro. E quanto mais tempo a bola ficar parada, mais o calendário de 2020 ficará apertado, para que todas as competições sejam concluídas, como deseja a CBF. O camisa 55 do Leão não teme pela realização de jogos muito próximos uns aos outros, mas ainda assim pediu “carinho” para com os atletas.

Leia mais: Federação de atletas dá passo atrás sobre proposta de diminuir intervalo de jogos para 48 horas

“Não é momento da gente ficar exigindo muita coisa e nem questionando muito. A gente pede só que eles (quem organiza os campeonatos) tenham carinho com os atletas, porque não somos robôs, mas com a saudade que eu estou, eu jogaria todo dia”, brincou o volante.

Ele acredita, inclusive, que o aperto de datas pode acabar ajudando o Fortaleza, pela boa experiência que a comissão técnica tem com rodagem de elenco. “Desde o início do ano que o Rogério vem buscando rodar bastante o elenco, dando oportunidade pra todo mundo. Se a gente tiver jogos quase todos os dias, podemos superar, porque estamos acostumados a fazer isso”, disse Juninho.