Conselho de Educação orienta que ensino remoto continue sendo aplicado no Ceará até o fim do ano

 Conselho de Educação orienta que ensino remoto continue sendo aplicado no Ceará até o fim do ano

Imagem: Arquivo

Para a entidade, a modalidade de ensino deve continuar sendo aplicada “por precaução”.

O Conselho Estadual de Educação do Ceará (CEE) orientou, em parecer publicado na última quarta-feira (22), que haja continuidade no ensino remoto em instituições de ensino que ofertam educação básica, educação profissional técnica de nível médio e educação superior até 31 de dezembro de 2020 “por precaução e para preservação da vida”.

Para a entidade, a escolha pela modalidade remota deve ser feita pelas redes de ensino pública e privada mesmo que haja autorização para a retomada das atividades presenciais nesse período.

As atividades presenciais em escolas, cursos, faculdades e universidades públicas e privadas estão suspensas no Ceará desde março, e já tiveram possíveis datas de retorno adiadas pelo poder público.

No documento, elaborado por uma comissão relatora específica, o Conselho ressalta que o objetivo da orientação é somar estratégias para o sistema de ensino do estado neste momento de pandemia e, assim, evitar perdas para alunos, professores e familiares.

“A orientação se firma nos princípios da equidade, flexibilização e inclusão, e identifica meios legais e pedagógicos para impedir a suspensão do calendário letivo, a reprovação, o abandono e até a evasão escolar”.

A paralisação das atividades presenciais em instituições de ensino foi uma medida importante para manter o isolamento social no estado, conforme a comissão. “Tal medida tem encontrado grande apoio junto à comunidade, pais e instituições de ensino, porque a situação da pandemia remete a cada um a necessária atitude de se reinventar”, menciona o documento.

Mesmo com a orientação, o CEE afirma, no documento, que tem convicção de que o ambiente escolar é indispensável para a ação pedagógica. “É na interação que professor e aluno constroem suas identidades”. Porém, as atividades remotas “podem remediar esse momento de excepcionalidade e cumprir, inclusive, o importante e inadiável papel de manter o vínculo dos estudantes com as instituições escolares, até que as atividades presenciais possam ser retomadas plenamente e com segurança sanitária”.

O documento ainda traz pontuações relacionadas a medidas específicas a serem adotadas para cada nível de educação. Na educação básica, por exemplo, devem-se utilizar redes sociais de longo alcance (WhatsApp, Facebook, Instagram, etc.) “para estimular e orientar os estudos, desde que observadas as idades mínimas para o uso de cada uma”.

Nova fase da retomada

O governador do Ceará Camilo Santana anunciou, no início da noite desta sexta-feira (24), que a avaliação sobre a retomada das aulas presenciais segue na semana que vem.

“Quero deixar muito claro que as aulas presenciais não retornarão na próxima segunda-feira, serão reavaliadas ainda na próxima semana para que a gente possa estabelecer prazos, protocolos, fazer o monitoramento para que possamos retomar essa atividade da forma mais segura possível, ouvindo pais, familiares, estudantes, professores. Essa será uma construção, como a gente tem feito ao longo dessa pandemia”, disse o governador.

Em Fortaleza, as academias de ginástica vão poder funcionar a partir de segunda-feira (27), com 30% da capacidade e seguindo todos os protocolos sanitários. As barracas de praia seguirão o mesmo horário dos restaurantes, podendo ir até 23h. Já cinemas e bares ainda não têm permissão de funcionamento.

As medidas fazem parte de mais um decreto com as determinações para a retomada da economia no Ceará, que deve ser publicado neste sábado (25) e passam a valer na segunda-feira.

O Ceará contabiliza 7.454 mortes confirmadas pela Covid-19 e 159.953 diagnósticos positivos, segundo dados da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) às 17h08 desta sexta-feira (24). O número de pacientes recuperados chegou a 131.816.

Fonte: G1 Ceará

Padrão do site